Por Péterson Neves

O desafio de André Jardine para seguir vivo no comando do São Paulo e se livrar das críticas deste início de temporada é fazer o Tricolor reverter a derrota por 2 a 0 para o Talleres, nesta quarta-feira (6), em jogo de ida da segunda fase da pré-Libertadores.

Em entrevista coletiva após o revés, o treinador não fugiu da responsabilidade, reconheceu as fragilidades do time e disse ainda não ter tido suficiente para implantar sua filosofia.

Precisa jogar mais, precisa ter mais controle de jogo controlando a bola, mas não é um processo rápido. Estamos tentando usar todo tempo de treino para evoluir algumas coisas sabendo que está enfrentando jogos decisivos“, disse.

Eu ainda não tive todo tempo que preciso para implementar uma filosofia de um São Paulo mais dominante, com mais posse de bola. Mas essa responsabilidade é minha“, acrescentou.

Para garantir a classificação à terceira fase, o São Paulo precisa vencer por três gols de diferença e os jogadores são-paulinos estão confiantes que irão reverter no Morumbi com a força da torcida.

Acho que o grupo tem bastante confiança que pode reverter. O resultado foi muito adverso, muito distante daquilo que a gente planejava aqui. Mas o São Paulo vai mostrar sua força no jogo de volta“, destacou.

Jardine sabe que o resultado do jogo de volta tem grande força para a sequência da temporada e garante que levará força máxima.

A Libertadores é uma grande prioridade do clube, do grupo, da direção, minha, da torcida. Quarta-feira é o dia da gente se mobilizar e entregar tudo o que pode entregar neste momento“, finalizou.

(Torcedores.com)
Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

richard Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
×
richard Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

About Author

Comment here